Resultados cirúrgicos de três técnicas de histerectomia na patologia ginecológica benigna, no hospital hospitalar major-mederi

Introdução: A histerectomia é a intervenção cirúrgica realizada com mais frequência em ginecologia, laparoscopia e técnicas abertas intra e extrafasciais são algumas das técnicas mais usadas. Os resultados cirúrgicos e complicações, do total abdominal, intrafter, extrafascial e histerectomia laparoscópica em patologia benigna, em um hospital universitário foram comparados. Metodologia: Estudo de coorte retrospectivo no Major Mederi University Hospital entre janeiro de 2014 a janeiro de 2017, que compara resultados cirúrgicos e complicações até 15 dias após o procedimento realizado. Resultados: 831 histerectomias foram avaliados, 49,82% foram extrafasiais por laparotomia, 39,47% intrafasciais por laparotomia e 10,71% intrafascial por laparoscopia. Há diferenças estatisticamente significantes na estadia hospitalar entre técnicas abertas vs laparoscopia em favor da laparoscopia (2,86 ± 0,6 vs. 2,39 ± 0,3 dias, respectivamente, p < 0,001). O tempo cirúrgico foi menor em técnicas abertas vs laparoscopia (89,8 ± 26 vs 113,9 ± 36 min, respectivamente, p < 0,001). O sangramento intraoperatório foi menor em técnicas abertas laparoscopia (235,5 ± 216 vs 308,7 ± 198cc, respectivamente, p < 0,001). A taxa global de complicações não apresentou diferenças significativas ao comparar as duas técnicas abertas (12,07% vs 15,24%, p0,68), mas se houver diferenças significativas ao comparar técnicas abertas com laparoscopia (27,31% vs 29,11% p0.01) . Discussão: A laparoscopia oferece melhores resultados como hemorragia intraoperatória e internação, com complicações intraoperatórias, necessidade de transfusão e UCis semelhantes às técnicas abertas; No entanto, técnicas abertas apresentam menor quantidade de complicações pós-operatórias. Por outro lado, entre as técnicas abertas, o extrafácial oferece melhores resultados assim que a internação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *